InícioGlossárioBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Jojo Fowl
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
Jojo Fowl

Mensagens 2163
Inscrição 06/10/2013
Idade 29
Pensamento "Se há tantas cabeças quantas são as maneiras de pensar, há de haver tantos tipos de amor quantos são os corações"- Liev Tolstói, Anna Kariênina

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty6/10/2019, 02:52



Uma coisa que noto na sociedade e nas comunidades ace, é de que há ideia de que as pessoas sem sexo viveriam melhor porque seriam mais "civilizadas", inclusive há a ideia de que o assexual é superior em alguns bolsões de militância queer.

Queria usar o tópico pra contestar isso, e dizer que não, na verdade por de trás disso é um discurso moralista que fere o livre arbítrio inclusive de outros assexuais, e também quero com isso levar à comunidade a autocritica saudável para ir além de "apenas a sociedade tem problemas" como se nós também não exercemos alguma forma de opressão em outros recortes sociais e outros estigmas (não pela nossa condição).

Eu tenho pessoas próximas que olham pra mim e dizem que devo ser mais feliz porque não vivo com ninguém e não preciso de sexo pra ser feliz. Isso não é verdade. Não depender de sexo pra atingir felicidade não são sinônimos, mas modos de vida. Não é ilegitimo ou questionável uma pessoa só pensar e querer sua vida fundamentada em sexo, sexo é usado como forma de controle e dominação? é, sim, e muito. Mas mesmo assim, só usado como domínio pelo o que é cisgênero e heteronormativo, o sexo homossexual ainda é repelido, o sexo transgênero também, e com mais violência, porque é violentado pela própria comunidade lgbt também.

Acho inadmissível também não olhar para aspectos econômicos dos relacionamentos afetivos de qualquer ordem, como eles se estruturam e funcionam. A lógica do "sexo é vida", que nos faz mal e nos é opressivo, segue a mesma lógica do capital, de que devemos sempre produzir, de sempre estar em movimento, logo negar isso seria negar a própria vida. Uma visão utilitarista dos corpos e do sexo que deve ser combatida.


Vamos tomar cuidado com nossos discursos.

Eu não sou melhor que ninguém porque não faço sexo, eu sou melhor porque reconheço que existem formas tão legítimas de viver quanto a minha. Dentro das comunidades lgbt existe o estigma de que assexuais são arrogantes porque focam em outras coisas que não sexo, só que já vi assexuais tão burros quanto uma porta e pessoas que só faltavam o rótulo de ninfomania que se não são expertas, são realmente dignas de alguma notoriedade intelectual e substância.

E o que é civilizado? não transar? não fazer o que se deseja? acho que nossos problemas sociais são mais profundos que isso, e culpar a banalização de sexo por si só é vazio e eu não acho que isso basta.


Falo tudo isso por empirismo, de vivência e do aprendi em leituras sobre a sociedade ao longo da vida, não conheço autores específicos que poderiam tratar disso. Acho que nunca abordaram assexualidade sobre esse aspecto.


Meus cumprimentos a quem leu até aqui, abs.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M-Aril
Aprendiz
Aprendiz
M-Aril

Mensagens 122
Inscrição 25/12/2014
Idade 25
Pensamento "Jamais deixarei que suas preces terminem em desespero" —Kaname Madoka

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty6/10/2019, 18:17

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua 200

E X A T A M E N T E !!!!

Esse sentimento de "superioridade" chega a ser tão tóxico pra PRÓPRIA COMUNIDADE ACE q ja vi, no passado, diferenciação entre "assexuais virgens" de "assexuais não-virgens", como se ter experimentado sexo me fizesse menos assexual, me fizesse ter a tal da "atração sexual". Nos dividimos como comunidade por causa desse sentimento também.

Eu voltei pro fórum recentemente, mas sempre que me perguntavam da comunidade assexual não tinha como eu não dizer que eram "um bando de gente q se acha especial demais pq não transa", mas vocês no geral me fizeram ter uma noção diferente da comunidade em si desde que eu voltei.

Outra coisa, é facilmente refutável quem diz q assexuais são superiores pq não dependem de sexo, pois nós nem ao menos estamos ultrapassando nenhuma barreira, não estamos segurando nenhum "instinto natural", visto que nós nem ao menos experimentamos dele. Quem isto faz se chama CELIBATÁRIO, e mesmo assim eles não são superiores a ninguém só pq suprimem seu desejo sexual. O fazem por vontade própria e com motivos normalmente religiosos. Eles podem ser exemplo de perseverança, isso eu entenderia, mas SUPERIORIDADE pq não transam, jamais.


Grande bejo e obrigado pelo texto, eu to literalmente aplaudindo a tela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jojo Fowl
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
Jojo Fowl

Mensagens 2163
Inscrição 06/10/2013
Idade 29
Pensamento "Se há tantas cabeças quantas são as maneiras de pensar, há de haver tantos tipos de amor quantos são os corações"- Liev Tolstói, Anna Kariênina

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty6/10/2019, 18:37

No meio gay/lésbico tem um termo pra quem nunca transou com o sexo/gênero oposto/diferente do seu que é "golden star", tipo, é como se fosse um prêmio por nunca ter experenciado algo dito como comum pela norma, por ter se "sujado" com ela.

Daí vem a ideia de que alguns gays tem mulheres cisgêneras, de ter nojo de vagina ou com relação a travestis e mulheres trans, de transfobia ou fetiche por causa de pinto.

O próprio conceito disso é bifóbico por natureza.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rhoda Penmark
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
Rhoda Penmark

Mensagens 1098
Inscrição 21/05/2014
Idade 29
Pensamento Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo.

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty7/10/2019, 09:31

Por esses e outros motivos, eu me mantenho afastada de militâncias e movimentos sociais ou políticos baseados na orientação sexual. O fato de eu ser assexual é apenas mais uma característica minha, como minha altura, meu peso, a cor dos meus olhos, a cor da minha pele, etc. Não vejo isso como motivo para me sentir diferente dos demais, nem para melhor, nem para pior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sam
Admin
Admin
Sam

Mensagens 928
Inscrição 03/04/2012
Idade 30

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty7/10/2019, 15:35

Infelizmente existem essas tão famosas correlações que alguns aces fazem entre assexualidade e: pureza, evolução, moralidade ou superioridade. Acredito que no meio tempo entre minha descoberta do tema até hoje, avançamos para que isso se torne cada vez menos presente. Então o tópico é bem válido no sentido de alertar e provocar reflexão.


"Se você ficar sozinho, pega a solidão e dança" (Três Dias, Marcelo Camelo)


https://www.assexualidade.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
M-Aril
Aprendiz
Aprendiz
M-Aril

Mensagens 122
Inscrição 25/12/2014
Idade 25
Pensamento "Jamais deixarei que suas preces terminem em desespero" —Kaname Madoka

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty7/10/2019, 19:11

Rhoda Penmark escreveu:
Por esses e outros motivos, eu me mantenho afastada de militâncias e movimentos sociais ou políticos baseados na orientação sexual. O fato de eu ser assexual é apenas mais uma característica minha, como minha altura, meu peso, a cor dos meus olhos, a cor da minha pele, etc. Não vejo isso como motivo para me sentir diferente dos demais, nem para melhor, nem para pior.

Entendo a forma como você enxerga a militância do tipo, voltada para a orientação sexual, se afastar deve até fazer um bem danado pra cabeça. Queria muito ver um problema dentro do meu próprio movimento e ignorá-lo ao ponto de não fazer parte da militância do mesmo, minha saúde mental agradeceria. Invejo-te.

Mas não tem como não tentar mudar os problemas de dentro do próprio movimento, no fim das contas um exemplo minúsculo acaba sendo generalização na boca dos ignorantes e todo mundo paga o pato. chorando
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jojo Fowl
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
Jojo Fowl

Mensagens 2163
Inscrição 06/10/2013
Idade 29
Pensamento "Se há tantas cabeças quantas são as maneiras de pensar, há de haver tantos tipos de amor quantos são os corações"- Liev Tolstói, Anna Kariênina

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty7/10/2019, 20:40

Rhoda Penmark escreveu:
Por esses e outros motivos, eu me mantenho afastada de militâncias e movimentos sociais ou políticos baseados na orientação sexual. O fato de eu ser assexual é apenas mais uma característica minha, como minha altura, meu peso, a cor dos meus olhos, a cor da minha pele, etc. Não vejo isso como motivo para me sentir diferente dos demais, nem para melhor, nem para pior.

Eu super entendo isso, é minha postura também.

Mas eu avalio várias coisas daí, por exemplo. Existem gays que são super discretos e talvez até tenham homofobia internalizada, vide g0ys, que podem até passar a ter uma vida relativamente comum na sociedade. Mas pro gay que é pintoso, e afeminado, sempre vai sofrer. Daí se suscita um sentimento de orgulho por ser assim, porque poucos suportariam viverem a margem da sociedade.

Entende? Quem puder se deslocar e viver em segurança, vai. Mas tem quem não pode, sabe? O mesmo vale pra lésbicas e transsexuais, bissexuais também. Com assexual não é diferente dependendo da onde se vive.

Por isso militar, a questão é como e da melhor forma possível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Frank_Hase
Novato(a)
Novato(a)
Frank_Hase

Mensagens 45
Inscrição 08/04/2018
Idade 41
Pensamento В этой жизни умирать не ново, Но и жить, конечно, не новей.

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: ci   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty9/10/2019, 14:44

Jojo Fowl escreveu:


.........

Acho inadmissível também não olhar para aspectos econômicos dos relacionamentos afetivos de qualquer ordem, como eles se estruturam e funcionam. A lógica do "sexo é vida", que nos faz mal e nos é opressivo, segue a mesma lógica do capital, de que devemos sempre produzir, de sempre estar em movimento, logo negar isso seria negar a própria vida. Uma visão utilitarista dos corpos e do sexo que deve ser combatida.


Vamos tomar cuidado com nossos discursos.

..........

Meus cumprimentos a quem leu até aqui, abs.

Eu li até aqui sim. Kkkk
Sua visão de mundo é interessante, viu!
E sobre a "questão produtiva", essa é uma abordagem meio deleuzeana.
Ao mesmo tempo, existe certos paradigmas para pensarmos a historia social, um da "representação" (onde o que vale é a circulação) e outro (paradigma) da "produtividade". O primeiro corresponderia à economia clássica (valor de troca) e o outro à economia política (valor trabalho).
Arriscando aqui uma analogia, o sexualidade poderia ser "capturada" pelos dois paradigmas e não ser identificada com um deles especificamente. É um movimento mais amplo e não pode ser condenada à leitura heteronormativa/fálica/puritana/sei lá.
Aí a assexualidade negaria ambos. A não ser que o assexual fosse um reprimido. Nesse caso, o paradigma seria o da circulação mesmo, mas a postura não seria "circulante", seria "poupante"  (como no período do mercantilismo).
Enfim. Isso daria uma tese bem complicada (eu acho).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
Fernando

Mensagens 1485
Inscrição 30/03/2015
Idade 22
Pensamento When you lose small mind you free your life

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty11/10/2019, 11:50

Ótimo tópico.

Isso é uma coisa que me incomoda. E causa problemas internos, em algumas instâncias é como se tivesse uma fragmentação da comunidade. Uma certa divisão entre aces sex-repulsed e sex-favorable.
O fato de alguém fazer sexo não quer dizer nada sobre nada. Assim como não fazer também não diz nada. O que importa enquanto orientação sexual é sentir atração ou não. Não entendo esse purismo de menosprezar assexuais que já fizeram sexo ou gays/lésbicas que já fizeram sexo com alguém do gênero oposto. Até porquê existem vários motivos pras pessoas terem feito. Num mundo sexo e heteronormativo, então, todo mundo cresce sob coação de fazer sexo hétero.
Outra coisa é que, como tinha falado, o que importa é sobre quem você sente ou não sente atração sexual. Se você está num relacionamento com alguém não assexual e vocês fazem sexo, isso não diminui em nada sua assexualidade, você não é menos ace por isso. E, também, temos que aceitar que podem ter assexuais que odeiam sexo, nunca fariam, tem nojo. Cada um sabe o que é melhor para si.
Agora, não aceito querer colocar sexo uma coisa negativa pros outros, é a mesma coisa que fazem com a gente por "perder a melhor coisa do mundo".
Fazer ou deixar de fazer, ou sentir ou deixar de sentir não faz ninguém melhor que o outro. São só formas naturais diferentes sob o qual as pessoas vivem.
E, sinceramente, quem fala em pureza assexual precisa conhecer assexuais mais diversos. Sobre evolução ou moralidade, tenho forte posição sobre todos os seres humanos serem iguais, o que incomoda muita gente dependendo do tema.

Não articulei tão bem quanto queria mas acho que deu pra entender.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M-Aril
Aprendiz
Aprendiz
M-Aril

Mensagens 122
Inscrição 25/12/2014
Idade 25
Pensamento "Jamais deixarei que suas preces terminem em desespero" —Kaname Madoka

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty14/10/2019, 11:56

Fernando escreveu:
Ótimo tópico.

Isso é uma coisa que me incomoda. E causa problemas internos, em algumas instâncias é como se tivesse uma fragmentação da comunidade. Uma certa divisão entre aces sex-repulsed e sex-favorable.
O fato de alguém fazer sexo não quer dizer nada sobre nada. Assim como não fazer também não diz nada. O que importa enquanto orientação sexual é sentir atração ou não. Não entendo esse purismo de menosprezar assexuais que já fizeram sexo ou gays/lésbicas que já fizeram sexo com alguém do gênero oposto. Até porquê existem vários motivos pras pessoas terem feito. Num mundo sexo e heteronormativo, então, todo mundo cresce sob coação de fazer sexo hétero.
Outra coisa é que, como tinha falado, o que importa é sobre quem você sente ou não sente atração sexual. Se você está num relacionamento com alguém não assexual e vocês fazem sexo, isso não diminui em nada sua assexualidade, você não é menos ace por isso. E, também, temos que aceitar que podem ter assexuais que odeiam sexo, nunca fariam, tem nojo. Cada um sabe o que é melhor para si.
Agora, não aceito querer colocar sexo uma coisa negativa pros outros, é a mesma coisa que fazem com a gente por "perder a melhor coisa do mundo".
Fazer ou deixar de fazer, ou sentir ou deixar de sentir não faz ninguém melhor que o outro. São só formas naturais diferentes sob o qual as pessoas vivem.
E, sinceramente, quem fala em pureza assexual precisa conhecer assexuais mais diversos. Sobre evolução ou moralidade, tenho forte posição sobre todos os seres humanos serem iguais, o que incomoda muita gente dependendo do tema.

Não articulei tão bem quanto queria mas acho que deu pra entender.

APLAUDINDO DEMAIS A TELA CARALHOOOOOOO

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Url?sa=i&source=images&cd=&ved=2ahUKEwjc6o3TgJzlAhUGHbkGHZg9BrcQjRx6BAgBEAQ&url=https%3A%2F%2Ftenor

Inclusive quem concorda q assexuais são "superiores" caem no mesmo argumento de quem diz que estamos perdendo "a melhor coisa do mundo". Como se sexo fosse de fato a melhor coisa do mundo e nós estivéssemos acima disso.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty
MensagemAssunto: Re: O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua   O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

O falso sentimento de superioridade e o estigma da nossa comunidade perpetua

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Comunidade Assexual :: Comunidade Assexual :: Assexualidade-