InícioFAQMembrosGlossárioBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | .
 

 Depoimento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Depoimento   9/1/2016, 21:10

E ai leitor, tudo bem?
Me chamo Douglas, tenho 18 anos(, sou mineiro ~uai!~) e sou assexual.
Vou contar um pouco da minha história.
A primeira vez que tive o contato com a palavra assexual, foi com uma amiga, isso lá por volta dos meus 14-15 anos, decidi pesquisar sobre, acho que nunca me senti tão explicado como naquele dia, mas não esperava encontrar muitas pessoas assim como eu. E nisso, fui descobrindo, aos poucos, um pouco mais sobre essa palavra que tem um enorme significado, até que no fim dos meus 17 anos, decidi contar para as pessoas mais próximas de mim sobre essa condição, alguns levaram numa boa, outros ainda não acreditam, outros me perguntaram se eu era gay até, acabou que todos levaram numa boa!
E nunca fui uma pessoa ligada a outras pessoas, nunca fui de receber carinhos e elogios, sempre faço muito por mim, meio que calado, mas sempre faço muito para ver um sorriso nas pessoas, sem querer nada de volta, claro! Sempre tive uma vontade de ter uma vida romântica, até certo tempo atrás, que perdi totalmente a vontade disso, penso ainda que de demissexual, cai na real de que sou arromântico.
Já percebi que não me apaixono (gostar também é um pouco difícil, mas um pouco mais normal.) normalmente por pessoas, as vezes, por coisas diversas, ja tentei de várias formas de ao menos chegar próximo disso. Sempre fui aquela pessoa que se interessa bem mais no conteúdo de alguém, como história, gostos, as mil informações que ela me dar etc, aí entra um dos motivos dos meus gostos.
Já namorei algumas vezes e acabo que posso perceber que não consegui ser por inteiro aquilo que queria ser com minhas ex's, como se faltasse algo, algumas até aceitaram isso numa boa, mas namorar na verdade não faria muita diferença para mim hoje em dia.
E o que me ajudou a decidir a declarar-me assexual foi a condição de que de vez em nunca tenho vontade de ter  alguém, que sempre que sinto essa vontade é passageira.

O que motivou a você(s) se declarar assexual?
Voltar ao Topo Ir em baixo
didi
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 46
Inscrição 08/11/2014
Pensamento esperança

MensagemAssunto: Re: Depoimento   21/2/2016, 15:39

Doug...boa tarde...sabe já vivi muito e percebi que a gente não ama fácil mesmo. A paixão vem fácil e vai tb...como um entardecer no dia de verão sabe...o amor é algo que nos reporta a uma decisão e é talvez uma das mais sérias, é uma coisa que não depende do quanto o outro se doe ou ame...é incondicional mesmo. Ocorre que algumas pessoas se amam mas não são felizes assim porque para o outro a decisão ainda não está clara na mente, não conseguiu enxergar que o relacionamento é feito com colaboração, interesse e parceria. Tudo tem riscos na vida.

Então entendo que a sensação que relatou é normal. Estamos vivendo tempos difíceis em que as pessoas tem medo de se abrir, de serem frágeis, porque o amor é bem isso, mostrar tb para outra pessoa que precisamos dela nas nossas vidas, mas siga em frente... É possível amar e ser amado sem sexo. o importante é o amor e a abertura para troca, parceria. Que vc seja muito feliz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
link_cell
Sabido(a)
Sabido(a)
avatar

Mensagens 185
Inscrição 04/05/2015
Idade 99
Pensamento «sniff sniff»... cookie: http://tinypic.com/view.php?pic=301zfa1&s=9

MensagemAssunto: Re: Depoimento   23/2/2016, 15:58

didi escreveu:
Doug...boa tarde...sabe já vivi muito e percebi que a gente não ama fácil mesmo. A paixão vem fácil e vai tb...como um entardecer no dia de verão sabe...o amor é algo que nos reporta a uma decisão e é talvez uma das mais sérias, é uma coisa que não depende do quanto o outro se doe ou ame...é incondicional mesmo. Ocorre que algumas pessoas se amam mas não são felizes assim porque para o outro a decisão ainda não está clara na mente, não conseguiu enxergar que o relacionamento é feito com colaboração, interesse e parceria. Tudo tem riscos na vida.

Então entendo que a  sensação que relatou é normal. Estamos vivendo tempos difíceis em que as pessoas tem medo de se abrir, de serem frágeis, porque o amor é bem isso, mostrar tb para outra pessoa que precisamos dela nas nossas vidas, mas  siga em frente... É possível amar e ser amado sem sexo. o importante é o amor e a abertura para troca, parceria. Que vc seja muito feliz.

didi,
nem consigo dizer o quanto eu gostei de ler este teu pequeno depoimento sorrindo
bem ajas,
link
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rosebud
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
avatar

Mensagens 7
Inscrição 03/03/2016
Idade 22

MensagemAssunto: Depoimento/Desabafo: a falta de informação   3/3/2016, 15:14

O depoimento aqui vai ser mais como uma forma de desabafo... Acredito que muitos assexuais sofrem bastante preconceito na sociedade e a maior vilã disso é a falta de informação. E foi justamente por causa dessa falta de informação que passei 20 anos da minha vida sem entender quem eu sou, 20 anos enxergando meu interior com lentes sujas e embaçadas.

Sempre me senti diferente dos meus amigos e amigas. Enquanto todos chegavam no auge da adolescência querendo experimentar novas aventuras e, eventualmente, acabavam por experimentá-las, eu sequer passei por essa fase. Isso me deixava angustiada e minha família, então, começou a cobrar de mim: "Por que você nunca apareceu com um namorado?" "Por que você não gosta de falar sobre essas coisas?"

Então, ano passado, decidi me livrar de uma vez por todas dessa angústia de não saber quem eu era. Pode soar meio bobo, mas eu achava que a assexualidade era simplesmente "não gostar de homem e nem de mulher" (e, convenhamos, é assim que a maioria das pessoas pensa). Então comecei a perguntar sobre os meus problemas ao Sr. Google e acabei encontrando artigos e outros textos sobre a assexualidade e, a partir de então, comecei a pesquisar sobre o assunto (e continuo pesquisando).

O dia que eu descobri que havia mais pessoas como eu e que eu também tinha um espaço dentro dessa complexidade toda chamada "sexualidade humana" foi o dia mais libertador da minha vida! Hoje, apesar de terem apenas alguns meses que eu me identifiquei com a assexualidade de fato, me sinto uma pessoa muito mais esclarecida sobre o que e quem eu sou. Se eu soubesse disso antes, com certeza eu teria evitado momentos constrangedores que me fizeram passar.

Mas eu repito que o maior problema é o preconceito e a falta de informação. Minha família não pode nem sonhar que eu me vejo assim, meus amigos acham que eu sou lésbica (embora eu me considere heterorromântica) e ainda fazem piadinhas de mau gosto. Apenas as pessoas bem próximas a mim sabem sobre isso e, ainda assim, as piadinhas e a ignorância persistem. Infelizmente ainda temos muitas barreiras a serem quebradas.

Apenas queria dividir com vocês meu depoimento/desabafo e fico muito feliz em poder encontrar pessoas como eu!

Obrigada sorrindo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
flor-de-lotus
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 143
Inscrição 06/08/2015
Idade 61
Pensamento "O essencial é invisível aos olhos" A. Saint Exupery

MensagemAssunto: Re: Depoimento   3/3/2016, 19:53


Olá Rosebud, seja bem vinda!

Que bom que a visibilidade assexual lhe tivesse surgido e a tivesse esclarecido quanto à sua assexualidade.
O que acontece a quem não tem essa sorte, é viver sentindo muita frustração entre outros sentimentos negativos, pensando serem as únicas pessoas a não sentirem atração sexual.

Comigo felizmente, desde muito cedo me senti diferente por estar longe da sexualidade, ainda assim, acreditei sempre que haveria muito mais pessoas, mas que por se tratar de uma matéria tão íntima, fazia sentido para mim o secretismo em torno deste assunto, (que ainda hoje é tabú), entretanto quando descobri esta Comunidade, rompi o silencio do momento e disse em alta voz:
Maravilha, eu tinha razão, sempre soube que não estava sózinha ... homens e mulheres assexuais estão aqui trocando experiências. Uau este é um dia feliz da minha vida!

Faço questão de divulgar às pessoas sempre que se proporciona, a existência da assexualidade e a necessidade de perceberem que a hipersexualidade é uma epidemia que se propaga de forma assustadora, que urge ser tratada.
Com isto acho que estou a fazer um bom trabalho de divulgação da assexualidade e de alerta para a consciência da hipersexualidade também como fonte de alienação social.

Gostaria muito que surgisse um site de "largo espetro" para a divulgação da assexualidade, de encontros de amizade e de relacionamentos sentimentais ... ficaríamos muito felizes se desse site surgissem bons relacionamentos afetivos e boas amizades, não é verdade?

Fica mais uma vez no ar esta pergunta:
Quem se sente motivada(o) para promover esse site, ou conheça quem possa ajudar? ... Infelizmente existem muitas pessoas a sofrer que precisam da visibilidade da assexualidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
didi
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 46
Inscrição 08/11/2014
Pensamento esperança

MensagemAssunto: Re: Depoimento   12/4/2016, 00:43

O problema está com a superficialidade das relações. Mundo moderno. Não fomos preparados para o sofrimento. Se abrir é se doar se expor...nossas gerações foram preparadas para um mundo competitivo, rápido, inconstante...por isso o sofrimento é escondido...não se fazem mais poesias nem músicas como antigamente...kkk porque não há espaço para o vazio, o solitário, as dúvidas, a dor...então muita gente "compra esse ideia de mundo perfeito, relações perfeitas, o sexo é um ingrediente...no mundo dos rótulos, onde pessoas "cabem em caixas box"... Depois os "estranhos" somos nós...imaginem só!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Depoimento   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Depoimento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Ferrari 250 Califórnia uma filha muito querida !!!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Comunidade Assexual :: Comunidade Assexual :: Depoimentos-