InícioFAQMembrosGlossárioBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | .
 

 Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
GrayGay
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
avatar

Mensagens 3
Inscrição 19/03/2018
Idade 40
Pensamento O pau pode amolecer mas o coração não pode endurecer

MensagemAssunto: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   19/3/2018, 19:23

Talvez a minha pior decisão na vida tenha sido trocar de personalidade. Sumir com aquele adolescente afetadinho e transformá-lo num cara másculo e viril. Tudo pra disfarçar e evitar o bullying, que simplesmente me massacrava na época do colégio. Não adianta muito mudar por fora se você continua o mesmo moleque inseguro por dentro. Sexo e ansiedade sempre caminharam juntos comigo. No meio da transa, de repente, pfffff, meu amigo se recusava a brincar. Se fosse com alguém por quem eu me interessasse demais então... a coisa piorava porque a cobrança aumentava. Relacionamentos amorosos sempre foram frustrantes pra mim. Sempre duraram alguns meses. O tempo que se leva pra entender que sexo entre gays é o principal. Se não está rolando direito, nada mais segura. Comecei a me viciar em pílulas azuis lá atrás. Por muito tempo elas foram uma muleta confortável pois eu sentia desejo e elas resolviam a questão da ansiedade. Mas fui me acostumando a elas, o efeito foi diminuindo, as situações constrangedoras foram voltando a acontecer e outras drogas começaram a tomar conta da minha vida: aquelas que me faziam esquecer, mesmo que por um instante, dessa maldita condição. E com o tempo fui perdendo o pouco que eu tinha: a libido. Como uma auto-defesa. Como se meu corpo dissesse: "cara, nem vai pra coisa porque vc vai se ferrar". E aí, meu amigo, não tem pílula azul que resolva. Hoje é assim. Me masturbo pouco, pau durismo até rola, mas pouco. Uma transa com começo, meio e fim é uma raridade. Reduzi bastante as drogas, já tratei depressão, várias linhas terapêuticas e continuo aqui: solteiro, interessado, atraindo uns e outros por aí que não sabem que o cara aqui tem sérios bloqueios com sexo. Ser só ativo? Difícil. Imagina a responsabilidade. Ser só passivo então? Poderia resolver, mas vc já tentou dar sem tesão? É praticamente um estupro. E eu não quero me violentar ainda mais. No fundo eu gosto de mim, acho que eu não desisti de tentar buscar uma saída, mas descobrir essa comunidade vai me ajudar em muitas coisas: finalmente conseguir falar a respeito pra pessoas que devem apresentar problemas parecidos e, quem sabe, encontrar um cara que prefira ser muito melhor parceiro do que amante. E é vida que segue!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcos Martins
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
avatar

Mensagens 4
Inscrição 18/04/2016
Idade 21
Pensamento Dê-me liberdade e eu me prenderei a você. Tente trancafiar-me e, de ti, serei eterno fugitivo!

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   20/3/2018, 15:34

Bem-vindo ao fórum, cara. Espero que aqui realmente você consiga encontrar, pelo menos, paz de espírito. Muitos aqui já passaram por situações parecidas, eu, particularmente, já.

Embora sempre soubesse que libido era algo alheio a mim, eu buscava um meio de contornar essa situação, para o caso de eu me relacionar com alguém um dia e pudermos chegar a um acordo (dentro do aspecto sexual), mas no fim, mandei um foda-se pra isso, sexo me dava, dar e muito provavelmente vai continuar dando nojo em mim, então se for pra me relacionar com alguém que seja ace também ou celibatário, alguém onde sexo não precise entrar em minha vida.
Bom, em suma, boa sorte para resolver seus empecilhos. sorriso 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GrayGay
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
avatar

Mensagens 3
Inscrição 19/03/2018
Idade 40
Pensamento O pau pode amolecer mas o coração não pode endurecer

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   20/3/2018, 17:56

Marcos, pelo que vejo viemos de históricos diferentes. Vc é novo. Já tentou em terapia saber de onde vem essa sua aversão? Eu posso dizer que a minha "assexualização" foi sistêmica. Eu nem sempre fui assim. Algo que ainda não fiz e acho que tem grande possibilidade de me dar algumas respostas é o tratamento pela hipnose.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shipow
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 110
Inscrição 15/03/2018
Idade 39
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   20/3/2018, 20:34

Muito bem vindo a comunidade irmão! Gostei muito de seu depoimento, principalmente quando diz que se ama e não quer se machucar além do natural. A vida, por si só, já tem suas nuances e seus devaneios. Só temos de superar uma coisa de cada vez e tentar usufruir, ao máximo, das coisas boas da vida. Não se martirize. A vida é perfeita e jamais colocaria em seu caminho algo que fosse fatal pra vc perder.
Vc disse que nem sempre foi assim, as vezes é temporário, mas isso só o tempo dirá.
No meu caso, que eu me lembre, desde criança nunca tive interesse por meninas ou meninos ou fantasiava sequer um beijo. Eu não odeio o sexo, só não tenho desejo de transar. Pra mim transar ou não transar é a mesma coisa. Então prefiro não transar. O lado bom é se pode descobrir outros tipos de prazeres na vida, e, são muitos viu!! Espero que aqui vc possa descobri-los.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GrayGay
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
avatar

Mensagens 3
Inscrição 19/03/2018
Idade 40
Pensamento O pau pode amolecer mas o coração não pode endurecer

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   21/3/2018, 17:01

Legal, Shipow, obrigado pelas boas-vindas. Concordo com você sobre não se martirizar. Eu só defendo que esgotemos as possibilidades de investigação sobre a nossa falta de libido antes que nos declaremos assexuais. Problemas hormonais, bloqueios, terapias cognitivas, hipnose. Me parece que você descobriu essa condição muito cedo e parece estar em paz com ela. Eu acredito que no meu caso houve uma somatização de problemas que foram negligenciados mesmo por mim. Sabe aquele pensamento: "isso vai passar..."? Mas chego à conclusão hoje de que será difícil eu sair dessa sozinho, se sair. E se nao sair, me sinto acolhido aqui. Mais uma vez, obrigado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Emerson Romanski
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 122
Inscrição 02/12/2017
Idade 24

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   9/4/2018, 20:26

GrayGay escreveu:
Não adianta muito mudar por fora se você continua o mesmo moleque inseguro por dentro.
Não adianta mesmo cara, tem q ser quem vc é e se aceitar, é dificil pra nos eu sei, mas é isso ou viver uma vida d mentira pra se arrepender depois. Você não pode realmente mudar que vc é e isso é bom, te dá algo especial, te faz unico no meio dos outros.

GrayGay escreveu:
No meio da transa, de repente, pfffff, meu amigo se recusava a brincar. Se fosse com alguém por quem eu me interessasse demais então... a coisa piorava porque a cobrança aumentava.... Comecei a me viciar em pílulas azuis lá atrás
Cara q bom ver alguém falando isso, rsrs, eu meio q passo por isso, a um tempo já venho questionando se minha assexualidade é mais pelo jeito de eu ser ou mais pela falta de meu "meu amigo brincar", eu tinha uma namorada e transava bastante com ela, mas sentia q faltava algo, um tesão a mais e raramente conseguia 2 vezes ou mais, gozava já era, só no outro dia. Não sei se os homens mentem falando disso mas nunca senti AQUELE tesão que os outros homens falam. Até pensei em tomar viagra mas isso pode viciar né.

GrayGay escreveu:
Ser só passivo então? Poderia resolver, mas vc já tentou dar sem tesão? É praticamente um estupro. E eu não quero me violentar ainda mais.
Nem pensar cara! Não faça o q se sente obrigado, não vai ganhar nada com isso, tem que fazer o que te faz feliz. Não ganha nada d bom com isso. Tem varios homos aces aqui, quem sabe você não encontre alguém, eu honestamente não esperava encontrar semelhantes ou gente legal, ainda bem que errei, espero que encontre alguém aqui.

GrayGay escreveu:
No fundo eu gosto de mim, acho que eu não desisti de tentar buscar uma saída, mas descobrir essa comunidade vai me ajudar em muitas coisas: finalmente conseguir falar a respeito pra pessoas que devem apresentar problemas parecidos e, quem sabe, encontrar um cara que prefira ser muito melhor parceiro do que amante. E é vida que segue!

Cara seja bem vindo, espero q nos realmente podemos te ajudar, não tenha medo de vim falar no forum ou com alguém em particular.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
katiac
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 22
Inscrição 24/11/2017
Idade 27

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   9/5/2018, 12:16

GrayGay escreveu:
Talvez a minha pior decisão na vida tenha sido trocar de personalidade. Sumir com aquele adolescente afetadinho e transformá-lo num cara másculo e viril. Tudo pra disfarçar e evitar o bullying, que simplesmente me massacrava na época do colégio. Não adianta muito mudar por fora se você continua o mesmo moleque inseguro por dentro. Sexo e ansiedade sempre caminharam juntos comigo. No meio da transa, de repente, pfffff, meu amigo se recusava a brincar. Se fosse com alguém por quem eu me interessasse demais então... a coisa piorava porque a cobrança aumentava. Relacionamentos amorosos sempre foram frustrantes pra mim. Sempre duraram alguns meses. O tempo que se leva pra entender que sexo entre gays é o principal. Se não está rolando direito, nada mais segura. Comecei a me viciar em pílulas azuis lá atrás. Por muito tempo elas foram uma muleta confortável pois eu sentia desejo e elas resolviam a questão da ansiedade. Mas fui me acostumando a elas, o efeito foi diminuindo, as situações constrangedoras foram voltando a acontecer e outras drogas começaram a tomar conta da minha vida: aquelas que me faziam esquecer, mesmo que por um instante, dessa maldita condição. E com o tempo fui perdendo o pouco que eu tinha: a libido. Como uma auto-defesa. Como se meu corpo dissesse: "cara, nem vai pra coisa porque vc vai se ferrar". E aí, meu amigo, não tem pílula azul que resolva. Hoje é assim. Me masturbo pouco, pau durismo até rola, mas pouco. Uma transa com começo, meio e fim é uma raridade. Reduzi bastante as drogas, já tratei depressão, várias linhas terapêuticas e continuo aqui: solteiro, interessado, atraindo uns e outros por aí que não sabem que o cara aqui tem sérios bloqueios com sexo. Ser só ativo? Difícil. Imagina a responsabilidade. Ser só passivo então? Poderia resolver, mas vc já tentou dar sem tesão? É praticamente um estupro. E eu não quero me violentar ainda mais. No fundo eu gosto de mim, acho que eu não desisti de tentar buscar uma saída, mas descobrir essa comunidade vai me ajudar em muitas coisas: finalmente conseguir falar a respeito pra pessoas que devem apresentar problemas parecidos e, quem sabe, encontrar um cara que prefira ser muito melhor parceiro do que amante. E é vida que segue!


que depoimentozão da porr! HAHHAHA!
Seja bem-vindo ...acredito que você não seja ace!Não especificamente ace, mas talvez você seja um gay com nuances de ace por conta das consequências que aconteceram durante sua vida sexual! Eu não sei se tem uma denominação específica pra você. Talvez o que tenha acontecido no início da sua vida sexual era se cobrar, sempre se cobrar na hora da transa! E os seus pensamentos atrapalhavam o "amiguinho"! Bloqueavam a ação ...Enfim, se eu fosse você procuraria ver mesmo esta situação da hipnose! Boa sorte e seja muito bem acolhido aqui por todos! Qualquer coisa, GRITA!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
katiac
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 22
Inscrição 24/11/2017
Idade 27

MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   9/5/2018, 12:20

Shipow escreveu:
No meu caso, que eu me lembre, desde criança nunca tive interesse por meninas ou meninos ou fantasiava sequer um beijo. Eu não odeio o sexo, só não tenho desejo de transar. Pra mim transar ou não transar é a mesma coisa. Então prefiro não transar. O lado bom é se pode descobrir outros tipos de prazeres na vida, e, são muitos viu!! Espero que aqui vc possa descobri-los.

Totalmente eu! hahaha.. Simplesmente identificada com isso, vou até colocar na minha assinatura, tudo bem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Gay, Gray e em busca de auto-conhecimento.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Montagem amortecedores auto
» D. Gray Man - Personagens
» [RP] The Gray Chapter
» Busca de Rede - Sintonizando só os canais em portugês
» Busca Cega em alguns modelos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Comunidade Assexual :: Comunidade Assexual :: Apresente-se-