InícioFAQMembrosGlossárioBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | .
 

  Relacionamentos Queerplatônicos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shipow
Sabido(a)
Sabido(a)
avatar

Mensagens 179
Inscrição 15/03/2018
Idade 39
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

MensagemAssunto: Relacionamentos Queerplatônicos   5/7/2018, 22:27

Um relacionamento queerplatônico (ou "QPR") é aquele que é mais intenso e íntimo do que a maioria das pessoas considera como uma amizade, não se encaixando no modelo de casal romântico tradicional ou nos limites tradicionais da amizade. Pode ser caracterizado por um forte vínculo, afeto e compromisso emocional não considerado pelos envolvidos como algo além de uma amizade. É uma suposta relação platônica, por isso não compreende sexualidade / erotismo ou romance, embora algumas pessoas envolvidas em relacionamentos românticos leves ou não-tradicionais também possam se classificar como sendo queerplatônicas. Como um relacionamento não romântico, as pessoas em um relacionamento queerplatônico não estão restritas a ter apenas um parceiro queerplatônico ("QP" ou "QPP").

AS pessoas envolvidas não precisam se identificar como "queer", é um tipo de relacionamento experimentado e disponível para qualquer pessoa, independentemente de sua orientação sexual, orientação romântica ou (não) monogamia. As pessoas envolvidas em um relacionamento queerplatônico podem se considerar parceiros, parceiros de vida, um casal, uma tríade ou qualquer outro termo que implique que o relacionamento seja significativo, comprometido e íntimo. Como os relacionamentos queerplatônicos não são baseados em exclusividade, um participante do relacionamento pode ter múltiplos QPPs e relacionamentos exclusivos (românticos ou sexuais) com um terceiro não envolvido no QR.

Em seu livro Minimizando o casamento , a filósofa contemporânea Elizabeth Brake fala sobre um conceito que é adverso ao pensamento queerplatônico, chamando-o de "amatonormatividade": "o foco desproporcional nas relações amorosas conjugais e amorosas como locais especiais de valor e a suposição de que o amor romântico é Um objetivo universal: a Amatonormatividade consiste na suposição de que uma relação amorosa central e exclusiva é normal para os seres humanos, na medida em que é um objetivo universalmente compartilhado, e que tal relação é normativa, que deve ser direcionada em preferência a outro relacionamento. tipos ".

Parceiros queerplatônicos são às vezes chamados de "abobrinha". Como em "eles são minha abobrinha". Originalmente, era uma piada dentro da comunidade aromática assexuada, ressaltando a falta de palavras no discurso da relação dominante para significar relacionamentos significativos que não seguem as normas sexuais / românticas padrão e esperadas, e a frustração com o apagamento de outros tipos de intimidade. percebido como igualmente valioso para o modelo sexual / romântico.

"Squish", que é usado como a versão platônica de "esmagamento", é outro termo para descrever parceiros em relações queerplatônicas - mesmo que a relação queerplatônica tenha seu próprio termo "pelúcia" como uma alternativa para "esmagamento". Principalmente usado para descrever o sentimento de querer ter um relacionamento queerplatônico com alguém, este termo também pode ser usado dentro do relacionamento como uma alternativa para "abobrinha". Pode ser usado como um verbo e como um substantivo.

Em algumas situações, as pessoas envolvidas podem demonstrar afeição física, como beijos nas bochechas, beijos nos lábios, dar as mãos, sentar no colo um do outro, ver um ao outro nus, afagando e dormindo juntos (não eufemisticamente). Para os QPPs, essas atividades não são necessariamente românticas nem sexuais / eróticas.
"Se você imaginasse romance com velas no jantar e relacionamento sexual como uma cama queen size, eu tentaria imaginar o estranho como luzes de cordas sobre o chá e um beliche com telefones de lata e fios entre eles. O mesmo, mas não."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shipow
Sabido(a)
Sabido(a)
avatar

Mensagens 179
Inscrição 15/03/2018
Idade 39
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   5/7/2018, 22:36

Resolvi postar para compartilhar com vcs, mais um termo que eu não conhecia, e que gentilmente, uma amiga do fórum me ensinou.
Para mim serviu como mais um esclarecimento no mundo da assexualidade e suas ramificações.
Pq compartilhei esse texto com vcs? Pq tenho todas as características de ser arromantico, porém eu me casei, mesmo que aminha forma de sentir não tenha alterado. Estava confuso e achei mais esse conhecimento que encaixou como uma luva a relação que tenho com minha esposa.
No geral, explicaria tb o relacionamento dos Aces com seus parceiros.
Gostaria que deixassem suas opinões sobre a matéria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Phili
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 149
Inscrição 28/06/2018
Idade 26
Pensamento Se o pica-pau tivesse comunicado a polícia, isso nunca teria acontecido

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 11:48

Oi Shipow, obrigada por compartilhar!

AS pessoas envolvidas não precisam se identificar como "queer", é um tipo de relacionamento experimentado e disponível para qualquer pessoa, independentemente de sua orientação sexual, orientação romântica ou (não) monogamia. escreveu:

Confesso que não entendi muito bem o texto. Se o relacionamento é "queer", pensei que o sentimento seria direcionado para a população queer. Qual a originem desse nome então?

Também não entendi bem a respeito dessa ser a descrição de um relacionamento arromântico. Entendo pouco do assunto e a explicação me confundiu um pouco. Entendi o apelido de abobrinha enquanto uma brincadeira interna da comunidade, assim como aqui há a do bolo, entendi errado?

Fiquei com muitas dúvidas chorando se puder explicar agradeço infinitamente!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shipow
Sabido(a)
Sabido(a)
avatar

Mensagens 179
Inscrição 15/03/2018
Idade 39
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 14:35

Olá Philli, obrigado por se manifestar!!
Respondendo à sua primeira dúvida, e por outras leituras que fiz no site de onde tirei a matéria, parece que muitas pessoas não gostaram do nome e nem quiseram serem assim denominados.
Mas a questão deste termo seria para enquadrar os relacionamentos que então entre o limite da amizade e o limite do romantismo.
Uma das características dos arromanticos é não sentirem interesse por relacionamentos românticos, todavia, é mais do que normal as pessoas sentirem falta de uma companhia como uma amizade para conversar e passar bons momentos.
O problema é que é muito difícil, no mundo sexualizado de hoje, conseguir boas amizades, e mesmo que tenha, com o tempo pode acontecer de seus amigos irem namorando ou casando e vc começa a se sentir como se tivesse ficado para trás.
Daí, é que surgem os casais que podem desejar se unir apenas por companhia, para sair, viajar juntos, compartilhar os bons momentos da vida etc. São relacionamentos mais íntimos que a amizade, e que geralmente não tem beijos, abraços, sexo, ou jantares a luz de vela, pois nao há amor. O que prevalece é o respeito, a companhia e apoio mútuo.
E pelo que está na matéria, como não há um vínculo de amor e posse, é possível ter esse tipo de relacionamento com mais de uma pessoa.
Em meu caso, eucnao sou um homem de paixoes, vivi muitos anos evitando pessoas e principalmente relacionamentos . Mas um dia eu quis uma companhia para curtir os bons momentos da vida, e a vida, me agraciou. A minha forma de sentir como arromantico não mudou e acho que meu caso se enquadraria como arromantico queerplatonico, que nao liga para expressões de romantismo ou de afeto.
Mas é isso que quero debater.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shipow
Sabido(a)
Sabido(a)
avatar

Mensagens 179
Inscrição 15/03/2018
Idade 39
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 14:43

Philli escreveu:

Confesso que não entendi muito bem o texto.

Fiquei com muitas dúvidas chorando se puder explicar agradeço infinitamente!

Espero ter clareado a ideia um pouco pra vc. envergonhado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Phili
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 149
Inscrição 28/06/2018
Idade 26
Pensamento Se o pica-pau tivesse comunicado a polícia, isso nunca teria acontecido

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 17:30

Oi Shipow! Muito obrigada, sua explicação foi excelente.
Entendi melhor a questão de ser arromântico e estar em um relacionamento com alguém no caso de quando os amigos se afastam por conta de relacionamentos. Entendo que não seja assim pra todo mundo mas com a sua explicação ficou bem mais fácil de entender, ainda mais usando seu exemplo, obrigada por compartilhar.
Ainda assim, não entendi o motivo de ser considerado "queer". A palavra teria outra conotação? Começou denominando a população queer e se expandiu? Outra coisa? Saberia me responder?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shipow
Sabido(a)
Sabido(a)
avatar

Mensagens 179
Inscrição 15/03/2018
Idade 39
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 18:29

OUTRAS ORIENTAÇÕES

Existem outras orientações além da sexual e da romântica. Na maior parte das vezes, estas atrações são apenas utilizadas pelas comunidades arromânticas e assexuais, especialmente por pessoas assexuais e arromânticas.

Não é necessário tentar se categorizar em todas as atrações possíveis, mesmo que você faça parte das comunidades assexual e arromântica. Estes são apenas termos para auxiliar pessoas a entenderem seus sentimentos de atração, e se eles não são úteis ou fáceis para você, você não precisa utilizá-los.

Atração estética: Atração por como alguém se parece, mesmo sem envolver sentimentos sexuais;

Atração platônica: Vontade de ter intimidade emocional com alguém, sem necessariamente envolver sentimentos românticos ou sexuais. Para muitas pessoas arromânticas, atração platônica vai muito além de um desejo de amizade;

Atração sensual ou sensorial: Desejo de tocar, de trocar carinho, de ter proximidade física com alguém, mesmo sem envolver desejos sexuais;

Atração alternativa (tradução livre de alterous): Desejo de familiaridade e intimidade com alguém, de forma geralmente descrita como entre platônica e romântica;

Atração queerplatônica ou quasiplatônica: Desejo de formar um relacionamento queerplatônico ou quasiplatônico com alguém.

Relacionamentos queerplatônicos ou quasiplatônicos (RQPs ou QPRs): Estes relacionamentos geralmente são mais íntimos do que amizades; pessoas nestas relações podem almejar morar juntas, trocar carinhos interpretados como românticos, terem exclusividade sexual entre si, entre outros fatores, sem ter atração romântica envolvida. O conceito de orientação queerplatônica/quasiplatônica foi feito especialmente para este tipo de relacionamento, mas muitas pessoas usam orientações platônicas ou alternativas para descrever em quais situações ficam com vontade de ter parceires queerplatôniques.

As orientações derivadas destes tipos de atração funcionam do mesmo jeito que orientações sexuais e românticas: se adiciona um prefixo ao tipo de atração. Por exemplo, uma pessoa pode ser aplatônica, bissensual ou poliestética.

Também deve ser notado que se uma pessoa diz que é assexual e arromântica, mas utiliza alguma outra orientação junto destas, a pessoa deve estar se referindo a uma destas orientações. Por exemplo, uma pessoa que se identifica como uma lésbica assexual e arromântica pode ser uma mulher que só sente atração alternativa e/ou queerplatônica por outras mulheres.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Phili
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 149
Inscrição 28/06/2018
Idade 26
Pensamento Se o pica-pau tivesse comunicado a polícia, isso nunca teria acontecido

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 21:17

As orientações derivadas destes tipos de atração funcionam do mesmo jeito que orientações sexuais e românticas: se adiciona um prefixo ao tipo de atração. Por exemplo, uma pessoa pode ser aplatônica, bissensual ou poliestética. Também deve ser notado que se uma pessoa diz que é assexual e arromântica, mas utiliza alguma outra orientação junto destas, a pessoa deve estar se referindo a uma destas orientações. Por exemplo, uma pessoa que se identifica como uma lésbica assexual e arromântica pode ser uma mulher que só sente atração alternativa e/ou queerplatônica por outras mulheres. escreveu:

chocado Uau! Todos os dias aprendo um pouco mais aqui, fico feliz por isso. Obrigada! Terei que dar uma pesquisada, até para digerir melhor essas informações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luiz Guilherme
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 23
Inscrição 05/07/2018
Idade 22

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   6/7/2018, 22:06

UAU!! Obrigado por compartilhar isso com a gente, eu só não entendi muito bem a diferença entre a atração platônica e a atração queerplatônica. Seria tipo, a atração platônica envolve intimidade emocional e a Queerplatônica não?

Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kau
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
avatar

Mensagens 1
Inscrição 11/07/2018
Idade 21

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   11/7/2018, 20:58

Eu prefiro chamar de quasiplatônicos visto que quasi- é compreensível em português. Arrobamiento em espanhol.
Basicamente eles podem ser vistos como parcerias, melhores amizades, companheirismo, algo entre romântico e amizade. Porém, romance é uma construção social, dependendo do relacionamento, pode ser visto exteriormente como romântico ou apenas amical, porém é socializado peles membres como quasiplatônico.
Para mim, a diferença de romanticidade e quasiplatonicidade pode ser comparada com a gamia e a amoria, um se refere a casamento (amasiamento) e o outro a namoro/compa. Também chamam de squash, blush e plush.
Recomento as referênicias: https://mogai-brasil.blogspot.com/2018/07/formas-de-atracao.html
E essa tradução: https://arquivo-pluris.tumblr.com/post/173514847357/nunca-ouviu-falar-em-relacionamentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Violeta
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 30
Inscrição 28/06/2018
Idade 35
Pensamento Me conhecendo, me respeitando e me aceitando cada dia mais

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   30/7/2018, 01:14

Eu entendi como sendo uma forte amizade, em que os envolvidos se sentem tão a vontades que podem dormir juntos sem ter nenhuma conotação sexual. Uma vez vi uma psicóloga falando que algumas amizades são tão fortes que parecem relacionamentos.
É só lembrar de alguns filmes cujo tema central é a amizade e bem isso que você falou, mas acho que hoje em dia as pessoas confundem muito e qualquer proximidade mais forte já acham que é outra coisa.
Vou até desabafar aqui, me lembrei da minha infância em que existia essa proximidade com minhas primas, lembro que em raras ocasiões que a gente até dormia juntas na mesma cama, umas três primas, mas sem malícia sabe! Trocávamos de roupas na frente uma das outras essas coisas (no meu caso, muito difícil porque eu era tímida). Havia cumplicidade, saíamos juntas, essas coisas.
Depois de adulta aconteceu um fato que me deixou muito decepcionada. Bem, as minhas primas casaram, algumas tiveram filhos e uma delas que é separada e tem um filho vivia fazendo perguntas insinuativas sobre se eu gostava era de mulheres (ela não perguntava claramente) e eu era bem firme na resposta: Sou hétero!
Só que o comportamento dela mudou e ela claramente estava se insinuando pra mim e um dia até pareceu que ela ia me beija e eu me esquivei e me fiz de desentendida, desde então a nossa amizade mudou, na verdade meio que acabou, esfriou.
Não saiu mais com ela e só interajo o necessário. Acho que fiquei chateada, porque sempre que ela jogava verde eu deixava bem claro que não era minha praia e também porque eu não esperava que ela fosse ter esse comportamento.
Deixando bem claro, eu não tenho nada contra as lésbicas, mas até o presente momento nunca me senti atraída por mulheres e as vezes me irrita quando alguém acha que sou homossexual só porque não me veem namorando.
O que isso tem a ver com os textos acima? É que como eu disse acima, as vezes as pessoas confundem, mesmo quando você deixa claro! As vezes você só que amizade mesmo!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fernando
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
avatar

Mensagens 1276
Inscrição 30/03/2015
Idade 21
Pensamento When you lose small mind you free your life

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   30/7/2018, 02:51

Linkando um antigo tópico sobre o assunto. Não tem muitas postagens, mas acho que foi o único dedicado a isso antes desse. Oque é ralecionamento/sentimento Queerplatonic, Oque poderia ser este sentimento ?.

Em um dos comentários tem o link para o texto original(?) que o Shipow postou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Violeta
Novato(a)
Novato(a)
avatar

Mensagens 30
Inscrição 28/06/2018
Idade 35
Pensamento Me conhecendo, me respeitando e me aceitando cada dia mais

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   30/7/2018, 03:36

Continuou achando que nada mais é do que uma forte amizade! Cliquei no link acima e concordo com a postagem do Sam, acho esse termo irrelevante, mesmo porque já existe uma denominação para isso: amizade! Ou talvez eu ainda não tenha entendido a essência do termo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
llllElohimllll
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens 63
Inscrição 02/11/2018
Idade 20
Pensamento "Só sei que nada sei" - Sócrates

MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   9/11/2018, 23:05

Shipow escreveu:
           
 Um  relacionamento queerplatônico (ou "QPR") é aquele que é mais intenso e íntimo do que a maioria das pessoas considera como uma amizade, não se encaixando no modelo de casal romântico tradicional ou nos limites tradicionais da amizade. Pode ser caracterizado por um forte vínculo, afeto e compromisso emocional não considerado pelos envolvidos como algo além de uma amizade. É uma suposta relação platônica, por isso não compreende sexualidade / erotismo ou romance, embora algumas pessoas envolvidas em relacionamentos românticos leves ou não-tradicionais também possam se classificar como sendo queerplatônicas. Como um relacionamento não romântico, as pessoas em um relacionamento queerplatônico não estão restritas a ter apenas um parceiro queerplatônico ("QP" ou "QPP").

Olha eu fiquei um pouco confusa com o texto, me deixou com uma dúvida. Esse tipo de relacionamento não seria algo igual ao que chamam por ai de "amizade colorida" ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Relacionamentos Queerplatônicos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Relacionamentos Queerplatônicos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Cavaleiro teutônico século xiii- pegaso miniatures

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Comunidade Assexual :: Comunidade Assexual :: Assexualidade-