InícioGlossárioBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 Descobri que eu não sou esquisita afinal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
AmyDunne
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
AmyDunne

Mensagens 10
Inscrição 19/01/2020
Idade 22

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty19/1/2020, 15:36

Olá a todos. Acabei de chegar na comunidade Ace. Literalmente.

Eu tenho 22 anos, e nunca me relacionei com ninguém. Passei grande parte da minha adolescência achando que o fato de não namorar e não estar beijando meninos era porque eu era feia e ninguém gostava de mim. Acabei por perceber o quanto isso era bobagem. Não porque tinha necessariamente uma fila de caras me cantando, mas porque haviam alguns rapazes que claramente davam em cima de mim e eu nunca queria fazer nada sobre isso. Eu só queria que me deixassem quieta, no meu cantinho, fazendo as minhas coisas, sozinha ou com minhas amigas.

Na escola todas as minhas amigas já estavam tendo os seus primeiros namorados, pulando de relacionamento em relacionamento e conversar sobre isso era algo que elas genuinamente lhes interessava e a mim não. Eu sempre ficava calada quando começavam a falar que fulano de tal mandou mensagem falando isso ou aquilo outro que era uma insinuação que queria algo com a pessoa, que pessoa tal ficou com pessoa tal e por aí vai. Eu revirando os olhos por dentro, não dizendo uma palavra porque é assim que fico quando um assunto que não me é interessante ou que não saiba muito a respeito. Prefiro ficar calada do que dizer besteira ou ser desagradável. Eu não me achava evoluída e superior às outras pessoas porque preferia ficar lendo meu livro nos corredores do que dando em cima de meninos. Adoraria que as pessoas só me deixassem em paz para eu ser eu própria.

Quanto ao sexo eu não sofri nenhum tipo de preconceito no ensino médio por causa disso. Nem senti a pressão que senti na faculdade( onde estou agora). O meu circulo de amigas apesar de terem os seus namorados não comentavam sobre sexo. Eu não lembro de nenhuma delas falando que queria fazer isso, naquela época. Então eu não sofri nenhum tipo de pressão em relação a perder a virgindade e sim para ficar com meninos e arranjar um namorado. Era sempre aquele " Fulano de tal gosta de você, porque você não dá uma chance para ele?". Uma delas me chamou de "Fria" uma vez quando lhe disse que não estava interessada nisso. Não acredito que tenha sido por maldade e ela continua sendo minha amiga até hoje mas eu nunca esqueci. Porque acredito que todos aqui em algum momento já nos vimos como diferentes, esquisitos e até indiferentes ao romance e ao sexo( Frios).

Mas não era verdade. Eu tive meus crushes na infância e na adolescência. Mas eles eram só pessoas bonitas que eu me sentia atraída fisicamente. Como os atores na TV, como os cantores e outras celebridades. Somente pessoas bonitas que eu via. Todos esses crushes foram desaparecendo, parei de gostar deles com o tempo e hoje não lembro da maioria. Aí que eu ví que eu nunca me apaixonei de verdade. E nunca houve real atração sexual por ninguém.

Na faculdade as coisas mudaram. Aquele mundo hipersexualizado que eu já sabia que existia foi "jogado na minha cara". As pessoas na faculdade ficavam umas com as outras em festas, conheciam estranhos pela internet e faziam sexo com elas e isso era normal. Achei estranho mas me acostumei à ideia do sexo casual, do "só estamos ficando". Percebi que eu sou bastante compreensiva em relação à sexualidade das pessoas apesar da minha falta de sexualidade. Ainda assim aquilo era algo normal para as outras pessoas e não para mim. As pessoas à minha volta poderiam fazer o que elas quisessem com seus corpos porque isso era escolha delas e a minha escolha era não fazer. Era isso que eu dizia quando em algum momento minha virgindade era questionada. Eu sempre dizia a verdade: que era sim por escolha minha. Aguentava as piadinhas e haviam as pessoas que diziam que ainda tenho a vida toda pela frente para o conhecer o cara ideal e fazer tudo isso. Mas e se eu não quiser o cara ideal? E se eu continuar "Escolhendo" ser virgem para sempre, o que isso diz sobre mim? Que sou uma freira? Que sou a pureza em pessoa. Eu sei o que é o sexo, sei como se faz. Já vi pornografia(infelizmente, sei que não é uma prática muito saudável para a mente), já vi pessoas nuas por diversos motivos e em nenhum momento senti vontade de fazer sexo com elas.

Eu também já tive orgasmos, comecei a me masturbar bem nova, mesmo sem entender direito o que era. Hoje faço menos do que antes mas ainda sim e nunca houve penetração. Não pensava em ninguém específico e eu meio que fingia ser outra pessoa, fingia que era um personagem fictício tendo relações com outro personagem fictício. Durante a minha pesquisa eu ví que existe um nome para isso, se alguém souber me diga por favor porque perdi o link( era em inglês). E esse foi um dos motivos de eu nunca ter suspeitado ser assexual. Meus conhecimentos sobre sexualidade diziam que heteros se relacionavam com pessoas de sexo diferentes, homos com pessoas do mesmo sexo, Bi com ambos e assexuais não se relacionavam com ninguém. Na minha cabeça não existia a distinção entre romance e atração sexual. Seu eu gostava de meninos eu era hetero. Mesmo que nunca tivesse tentado me relacionar com nenhum deles. Eu um dia vou conhecer um cara e vou me apaixonar e ai sim vou querer namorar, beijar e até transar com ele. Até eu perceber que estava tendo crushes com algumas meninas também e começar a me questionar se seria Bi. Faria muito sentido eu não ser hetero, por isso nunca quiz namorar com ninguém!

Só que não, não era por isso. Ainda assim eu não queria namorar com nenhum dos dois, não queria ficar com ninguém. Era apenas crushes, pessoas por que me atraía por suas personalidades( agora não só pela aparência) mas não tinha qualquer intenção de estar em um relacionamento com elas. Aí entre indas e vindas. Eu achando que tinha algo de errado mas que um dia ia se "resolver". Até que um dia eu fiquei um pouco paranóica que isso não iria se resolver e foi aí que pesquisei melhor sobre pessoas que não fazem sexo e esbarrei de novo no termo assexual. Não é tão fácil de encontrar informação se você não souber o que está procurando e assim que eu soube comecei a pesquisar. Isso foi semana passada( hoje é um domingo). Aprendi que não é tudo preto no branco, várias possibilidades são permitidas porque as pessoas são assim.

Eu escolhi sim não fazer sexo nem ficar com ninguém porque sabia que me deixaria desconfortável e me orgulho muito por sempre ter tido este discernimento que eu não era obrigada a fazer nada que não quisesse só para agradar os outros e não parecer diferente. Sei de muita gente, principalmente meninas da minha idade que ainda não conseguem se impor dessa forma. Me lembro até hoje de uma menina( amiga de um amigo meu) que estava junto comigo em uma festa que não quis ficar com um cara novo da faculdade que todos estavam dizendo que era o maior gato. O meu amigo e a amiga dela que estava com a gente foram dizer que ela estava desperdiçando uma grande oportunidade e blá blá. Depois quando ficamos sozinhas ela me perguntou se eu achava que ela estava sendo burra por não ter ficado com ele. Eu primeiro achei que ela estava brincando e depois me toquei que ela realmente queria a minha opinião. Isso foi ano passado. Ou seja algumas pessoas ainda se preocupam com o que os outros vão pensar e não com o que lhes é confortável. Eu claro disse que ela deveria fazer o que bem entender com o corpo dela. Pensamento que todas deveriam ter mas que infelizmente não é assim.

Então aquí estou eu. Tentando entender mais sobre este universo e sobre mim mesma. O que busco aqui é ler sobre outras experiências. E ainda estou aprendendo e me descobrindo. Sei que não preciso de rótulos mas quero ter a certeza antes de usar o "Birromântica" ou arromântica por exemplo. Não sinto necessidade nenhuma de me assumir para ninguém por enquanto, mas se uma dia eu quiser me relacionar afetivamente com alguém, e eu não descarto essa possibilidade, eu acho justo que ela saiba. E que queira o mesmo pois não seria justo se fosse ao contrário. Para mim um relacionamento só funciona se os dois quiserem o mesmo, isso de fazer o que o o outro quer e ser infeliz não serve para mim. Tenho a minha vida inteira para me descobrir e os rótulos que vierem com o tempo devem servir para que eu me entenda melhor e não para me definir para as outras pessoas.

Acabei falando bem mais do que achei que falaria assim de cara, mas estou feliz com isso. Contei o que nunca contei para ninguém e mesmo que não fique tão ativa neste site pela falta de tempo eu me sinto bem por ter compartilhado isso com alguém e saber que eu realmente não estou só.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Rhoda Penmark
Mestre Supremo(a)
Mestre Supremo(a)
Rhoda Penmark

Mensagens 1152
Inscrição 21/05/2014
Idade 29
Pensamento Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo.

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty19/1/2020, 16:49

Seja bem-vinda! porco

Tenho 29 anos e nunca namorei, beijei ou fiz sexo. A mim isso também não faz a menor falta. O importante é estar bem consigo mesmo(a).
Voltar ao Topo Ir em baixo
AmyDunne
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
AmyDunne

Mensagens 10
Inscrição 19/01/2020
Idade 22

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty19/1/2020, 17:12

Rhoda Penmark escreveu:
Seja bem-vinda! porco

Tenho 29 anos e nunca namorei, beijei ou fiz sexo. A mim isso também não faz a menor falta. O importante é estar bem consigo mesmo(a).

Obrigada e concordo plenamente. Que todas as pessoas aprendam a aceitar o que os outros fazem com seus corpos. Afinal não é da conta de mais ninguém.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wings
Aprendiz
Aprendiz
Wings

Mensagens 84
Inscrição 24/12/2019
Idade 21
Pensamento Oh, eu não preciso de uma mão para segurar Mesmo quando a noite está fria Eu tenho aquele fogo na minha alma

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty19/1/2020, 20:14

Seja bem-vinda. É engraçado que lendo sua história eu notei que na minha adolescência eu não era pressionado para namorar/transar, nem pelos meus amigos e nem pelos meus pais. Foi só quando eu passei a trabalhar, me virar sozinho que as cobranças apareceram. Mas eu não dou a mínima. Estou feliz com minha vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
octar
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
octar

Mensagens 11
Inscrição 15/01/2020
Idade 24

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty20/1/2020, 00:35

Eu sempre fui nerd durante a adolescência, logo, eu não era muito pressionado com relação a sexo, pois ninguém gostava de mim. Kkk eu sabia que eu não gostava de sexo pq sempre foi um assunto desinteressante. Sempre fui indiferente a questões sexuais. De fato até hoje eu nunca tive nem mesmo relacionamento romântico ou coisa do tipo. E hoje já não sou mais nerd, é pura escolha minha. Hahaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Neto
Aprendiz
Aprendiz
Neto

Mensagens 135
Inscrição 25/12/2018
Idade 36

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty20/1/2020, 10:32

AmyDunne escreveu:
Então aquí estou eu. Tentando entender mais sobre este universo e sobre mim mesma. O que busco aqui é ler sobre outras experiências. E ainda estou aprendendo e me descobrindo. Sei que não preciso de rótulos mas quero ter a certeza antes de usar o "Birromântica" ou arromântica por exemplo. Não sinto necessidade nenhuma de me assumir para ninguém por enquanto, mas se uma dia eu quiser me relacionar afetivamente com alguém, e eu não descarto essa possibilidade, eu acho justo que ela saiba. E que queira o mesmo pois não seria justo se fosse ao contrário. Para mim um relacionamento só funciona se os dois quiserem o mesmo, isso de fazer o que o o outro quer e ser infeliz não serve para mim. Tenho a minha vida inteira para me descobrir e os rótulos que vierem com o tempo devem servir para que eu me entenda melhor e não para me definir para as outras pessoas.

Seja bem-vinda!
Certamente aqui você vai encontrar muitas respostas e ajuda!
Realmente você não precisa de um rótulo e nem assumir para ninguém, se não quiser. É algo seu e somente seu, ou para quem tiver esse privilégio de te conhecer profundamente.
As definições, ou rótulos para quem prefira chamar assim, servem para nos conhecermos mais e nos definirmos. Embora muitas discissões aqui no fórum você vai ler que não nos encaixamos 100% em uma gaveta.
No final das contas o mais importante é você se sentir bem, e que seja feliz nessa jornada de autodescoberta :-)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sam
Admin
Admin
Sam

Mensagens 1075
Inscrição 03/04/2012
Idade 30

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty20/1/2020, 13:05

Oi, seja bem-vinda! sorrindo

AmyDunne escreveu:
Não pensava em ninguém específico e eu meio que fingia ser outra pessoa, fingia que era um personagem fictício tendo relações com outro personagem fictício. Durante a minha pesquisa eu ví que existe um nome para isso, se alguém souber me diga por favor porque perdi o link( era em inglês).

Pode ser que você esteja falando da aegosexuality, também conhecida como autochorisexuality.
É isso?

AmyDunne escreveu:
Acabei falando bem mais do que achei que falaria assim de cara, mas estou feliz com isso. Contei o que nunca contei para ninguém e mesmo que não fique tão ativa neste site pela falta de tempo eu me sinto bem por ter compartilhado isso com alguém e saber que eu realmente não estou só.

Que legal! Gostei de ler o que você escreveu e mais ainda por saber que foi um tipo de libertação de palavras que aguardavam há muito tempo para sair. Espero que o fórum sirva como um tipo de refúgio sempre que precisar ou simplemente para ter a oportunidade de interagir com pessoas que se identificam de alguma forma com a assexualidade.


"Se você ficar sozinho, pega a solidão e dança" (Três Dias, Marcelo Camelo)


https://www.assexualidade.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leonardo.UG
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
Leonardo.UG

Mensagens 12
Inscrição 01/05/2019
Idade 22

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty20/1/2020, 16:13

Seja muito bem-vinda.

Seu breve relato pessoal foi incrível e sucinto. Compartilho de muitos dos sentimentos e vieses que você trouxe no corpo de seu texto, Amy.

Você nunca será esquisita por ser uma pessoa esclarecida acerca de si mesma, e nem ninguém que se identifique como assexual, ou qualquer outro tipo de orientação/opção sexual, e tenha autonomia de declarar para si próprio e aos outros sobre suas vontade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ninaa
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
Ninaa

Mensagens 14
Inscrição 11/01/2020
Idade 39

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty20/1/2020, 16:37

Bem vinda. É muito bom vc ter essa noção na idade q vc está. Eu só fui me descobrir tardiamente, e isso é bem pior, pq a pressão ocorre o tempo todo. Vc tem q fazer o q te faz feliz e confortável. Não tem q fazer nada por obrigação e n pressão social. Está no caminho certo. Acredito q todos aqui estamos. Pelo menos estamos buscando nós entender melhor, o q é ótimo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuki_14
Aprendiz
Aprendiz
Yuki_14

Mensagens 55
Inscrição 12/08/2017
Idade 26
Pensamento "Somente os pequenos segredos precisam ser guardados; os grandes, ninguém acredita."

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty20/1/2020, 23:44

Oiiiii *o* Seja bem vinda! O que eu acho incrível é como seu relato descreve uns 99% da minha vida! Tirando a pressão da faculdade, que não houve no passado e nem há agora, eu passei por todo o resto. Além disso sua personalidade, digo, sua forma de pensar, se parece incrivelmente comigo, e eu concordo 100%. Eu amo isso: sempre que eu leio o relato de vocês eu me identifico grandemente, uns menos, uns mais, como agora! feliz Nunca fui uma pessoa facilmente influenciável, então nada a ao meu redor me afetava... Além disso, eu também me sinto assim em relação ao gêneros/sexo, eu me sinto atraída pela aparência então eu poderia me identificar como "Birromântica" mas como eu não tenho e nunca tive interesse em ter esse tipo de relacionamento com ninguém me considero Arromântica. Beijão!! E todo sucesso do mundo em sua caminhada!



Rhoda Penmark escreveu:
Tenho 29 anos e nunca namorei, beijei ou fiz sexo. A mim isso também não faz a menor falta. O importante é estar bem consigo mesmo(a).

Aqui outra me descrevendo 100% hahahah Tirando o triste fato de que farei 27 mês que vem! piscando 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shipow
Mestre
Mestre
Shipow

Mensagens 519
Inscrição 15/03/2018
Idade 41
Pensamento Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo mundo é composto de mudança, tomando-se sempre novas qualidades.

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty21/1/2020, 07:46

Seja muito bem vinda ao fórum AmyDunne!!!
Obrigado por compartilhar sua história conosco. É isso mesmo, vc está no caminho certo e o fórum com certeza irá ser uma ótima ferramenta nesta caminhada.
Acho que para as mulheres a pressão seja maior por conta dos gaviões que estão sempre rondando, hahahahah
Eu nunca senti essa pressao. Já sabia do meu desinteresse por relacionamento, mas ignorava. No meu meio de trabalho é que notei que as pessoas achavam que eu era viado pelo fato de nunca me virem com ninguém. Mas eu estava nem aí. E acho que eles ficam confusos, pq não me viam com homem tb. É assim que somos e ponto.
Não me lembro de ter me apaixonado, mas estou aberto para se a vida um dia me der essa oportunidade, estou aí!
Mas se depender de eu procurar....fico do jeito que estou mesmo. Hahahaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
AmyDunne
Acabei de chegar!
Acabei de chegar!
AmyDunne

Mensagens 10
Inscrição 19/01/2020
Idade 22

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty21/1/2020, 15:08

Obrigada gente! Como é bom se sentir acolhida e compreendida. E como é bom saber que alguém se identifica com as minhas experiências, afinal é para compartilhar experiências que estamos aqui. Algumas pessoas se descobriram mais cedo, outras mais tarde mas é assim mesmo. Mudamos a cada dia que passa e a cada dia que passa descobrimos algo novo sobre nós mesmos. O importante é fazer sentido para a gente.amor 2 amor 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Neto
Aprendiz
Aprendiz
Neto

Mensagens 135
Inscrição 25/12/2018
Idade 36

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty21/1/2020, 20:00

Shipow escreveu:
No meu meio de trabalho é que notei que as pessoas achavam que eu era viado pelo fato de nunca me virem com ninguém. Mas eu estava nem aí. E acho que eles ficam confusos, pq não me viam com homem tb. É assim que somos e ponto.

Já me falaram isso, amigos mais próximos e íntimos: "eu acho q vc é assexuado, não gosta nem de mulher e nem de homem". Mas na época eu nem fazia ideia que realmente era uma área da sexualidade, e ainda vivia com meus complexos de existência por conta disso. Anos depois que eu comecei a pesquisar e ver que não tem nada a ver com ser hétero, homo ou bi. Se eu tivesse pesquisado assim q me falaram isso, tinha poupado anos de agustia kkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
Romântico
Admin
Admin
Romântico

Mensagens 2130
Inscrição 16/04/2014
Idade 42
Pensamento "O amor está acima da morte, assim como como o céu, do oceano" (Jean Baptiste Henri Lacordaire)

Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty25/1/2020, 06:04

AmyDunne escreveu:
Olá a todos. Acabei de chegar na comunidade Ace. Literalmente.

Eu tenho 22 anos, e nunca me relacionei com ninguém. Passei grande parte da minha adolescência achando que o fato de não namorar e não estar beijando meninos era porque eu era feia e ninguém gostava de mim. Acabei por perceber o quanto isso era bobagem. Não porque tinha necessariamente uma fila de caras me cantando, mas porque haviam alguns rapazes que claramente davam em cima de mim e eu nunca queria fazer nada sobre isso. Eu só queria que me deixassem quieta, no meu cantinho, fazendo as minhas coisas, sozinha ou com minhas amigas.

Na escola todas as minhas amigas já estavam tendo os seus primeiros namorados, pulando de relacionamento em relacionamento e conversar sobre isso era algo que elas genuinamente lhes interessava e a mim não. Eu sempre ficava calada quando começavam a falar que fulano de tal mandou mensagem falando isso ou aquilo outro que era uma insinuação que queria algo com a pessoa, que pessoa tal ficou com pessoa tal e por aí vai. Eu revirando os olhos por dentro, não dizendo uma palavra porque é assim que fico quando um assunto que não me é interessante ou que não saiba muito a respeito. Prefiro ficar calada do que dizer besteira ou ser desagradável. Eu não me achava evoluída e superior às outras pessoas porque preferia ficar lendo meu livro nos corredores do que dando em cima de meninos. Adoraria que as pessoas só me deixassem em paz para eu ser eu própria.

Quanto ao sexo eu não sofri nenhum tipo de preconceito no ensino médio por causa disso. Nem senti a pressão que senti na faculdade( onde estou agora). O meu circulo de amigas apesar de terem os seus namorados não comentavam sobre sexo. Eu não lembro de nenhuma delas falando que queria fazer isso, naquela época. Então eu não sofri nenhum tipo de pressão em relação a perder a virgindade e sim para ficar com meninos e arranjar um namorado. Era sempre aquele " Fulano de tal gosta de você, porque você não dá uma chance para ele?". Uma delas me chamou de "Fria" uma vez quando lhe disse que não estava interessada nisso. Não acredito que tenha sido por maldade e ela continua sendo minha amiga até hoje mas eu nunca esqueci. Porque acredito que todos aqui em algum momento já nos vimos como diferentes, esquisitos e até indiferentes ao romance e ao sexo( Frios).

Mas não era verdade. Eu tive meus crushes na infância e na adolescência. Mas eles eram só pessoas bonitas que eu me sentia atraída fisicamente. Como os atores na TV, como os cantores e outras celebridades. Somente pessoas bonitas que eu via. Todos esses crushes foram desaparecendo, parei de gostar deles com o tempo e hoje não lembro da maioria. Aí que eu ví que eu nunca me apaixonei de verdade. E nunca houve real atração sexual por ninguém.

Na faculdade as coisas mudaram. Aquele mundo hipersexualizado que eu já sabia que existia foi "jogado na minha cara". As pessoas na faculdade ficavam umas com as outras em festas, conheciam estranhos pela internet e faziam sexo com elas e isso era normal. Achei estranho mas me acostumei à ideia do sexo casual, do "só estamos ficando". Percebi que eu sou bastante compreensiva em relação à sexualidade das pessoas apesar da minha falta de sexualidade. Ainda assim aquilo era algo normal para as outras pessoas e não para mim. As pessoas à minha volta poderiam fazer o que elas quisessem com seus corpos porque isso era escolha delas e a minha escolha era não fazer. Era isso que eu dizia quando em algum momento minha virgindade era questionada. Eu sempre dizia a verdade: que era sim por escolha minha. Aguentava as piadinhas e haviam as pessoas que diziam que ainda tenho a vida toda pela frente para o conhecer o cara ideal e fazer tudo isso. Mas e se eu não quiser o cara ideal? E se eu continuar "Escolhendo" ser virgem para sempre, o que isso diz sobre mim? Que sou uma freira? Que sou a pureza em pessoa. Eu sei o que é o sexo, sei como se faz. Já vi pornografia(infelizmente, sei que não é uma prática muito saudável para a mente), já vi pessoas nuas por diversos motivos e em nenhum momento senti vontade de fazer sexo com elas.

Eu também já tive orgasmos, comecei a me masturbar bem nova, mesmo sem entender direito o que era. Hoje faço menos do que antes mas ainda sim e nunca houve penetração. Não pensava em ninguém específico e eu meio que fingia ser outra pessoa, fingia que era um personagem fictício tendo relações com outro personagem fictício. Durante a minha pesquisa eu ví que existe um nome para isso, se alguém souber me diga por favor porque perdi o link( era em inglês). E esse foi um dos motivos de eu nunca ter suspeitado ser assexual. Meus conhecimentos sobre sexualidade diziam que heteros se relacionavam com pessoas de sexo diferentes, homos com pessoas do mesmo sexo, Bi com ambos e assexuais não se relacionavam com ninguém. Na minha cabeça não existia a distinção entre romance e atração sexual. Seu eu gostava de meninos eu era hetero. Mesmo que nunca tivesse tentado me relacionar com nenhum deles. Eu um dia vou conhecer um cara e vou me apaixonar  e ai sim vou querer namorar, beijar e até transar com ele. Até eu perceber que estava tendo crushes com algumas meninas também e começar a me questionar se seria Bi. Faria muito sentido eu não ser hetero, por isso nunca quiz namorar com ninguém!

Só que não, não era por isso. Ainda assim eu não queria namorar com nenhum dos dois, não queria ficar com ninguém. Era apenas crushes, pessoas por que me atraía por suas personalidades( agora não só pela aparência) mas não tinha qualquer intenção de estar em um relacionamento com elas. Aí entre indas e vindas. Eu achando que tinha algo de errado mas que um dia ia se "resolver". Até que um dia eu fiquei um pouco paranóica que isso não iria se resolver e foi aí que pesquisei melhor sobre pessoas que não fazem sexo e esbarrei de novo no termo assexual. Não é tão fácil de encontrar informação se você não souber o que está procurando e assim que eu soube comecei a pesquisar. Isso foi semana passada( hoje é um domingo). Aprendi que não é tudo preto no branco, várias possibilidades são permitidas porque as pessoas são assim.

Eu escolhi sim não fazer sexo nem ficar com ninguém porque sabia que me deixaria desconfortável e me orgulho muito por sempre ter tido este discernimento que eu não era obrigada a fazer nada que não quisesse só para agradar os outros e não parecer diferente. Sei de muita gente, principalmente meninas da minha idade que ainda não conseguem se impor dessa forma. Me lembro até hoje de uma menina( amiga de um amigo meu) que estava junto comigo em uma festa que não quis ficar com um cara novo da faculdade que todos estavam dizendo que era o maior gato. O meu amigo e a amiga dela que estava com a gente foram dizer que ela estava desperdiçando uma grande oportunidade e blá blá. Depois quando ficamos sozinhas ela me perguntou se eu achava que ela estava sendo burra por não ter ficado com ele. Eu primeiro achei que ela estava brincando e depois me toquei que ela realmente queria a minha opinião. Isso foi ano passado. Ou seja algumas pessoas ainda se preocupam com o que os outros vão pensar e não com o que lhes é confortável. Eu claro disse que ela deveria fazer o que bem entender com o corpo dela. Pensamento que todas deveriam ter mas que infelizmente não é assim.

Então aquí estou eu. Tentando entender mais sobre este universo e sobre mim mesma. O que busco aqui é ler sobre outras experiências. E ainda estou aprendendo e me descobrindo. Sei que não preciso de rótulos mas quero ter a certeza antes de usar o "Birromântica"  ou arromântica por exemplo.  Não sinto necessidade nenhuma de me assumir para ninguém por enquanto, mas se uma dia eu quiser me relacionar afetivamente com alguém, e eu não descarto essa possibilidade, eu acho justo que ela saiba. E que queira o mesmo pois não seria justo se fosse ao contrário. Para mim um relacionamento só funciona se os dois quiserem o mesmo, isso de fazer o que o o outro quer e ser infeliz não serve para mim. Tenho a minha vida inteira para me descobrir e os rótulos que vierem com o tempo devem servir para que eu me entenda melhor e não para me definir para as outras pessoas.

Acabei falando bem mais do que achei que falaria assim de cara, mas estou feliz com isso. Contei o que nunca contei para ninguém e mesmo que não fique tão ativa neste site pela falta de tempo eu me sinto bem por ter compartilhado isso com alguém e saber que eu realmente não estou só.
Primeiramente, seja bem-vinda, AmyDunne! bolo
Bem interessante a sua apresentação!
Bom perceber que já sabe que mais importante do que as classificações (sobre a romanticidade e a sexualidade) é você se sentir bem consigo mesma, aceitar-se da forma como é. sorrindo
Espero que aproveite bem o fórum!


Visite o site oficial:
http://www.assexualidade.com.br


------

Confira os tópicos selecionados, na barra lateral direita do Fórum!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://vk.com/megasenaminhavida
Conteúdo patrocinado




Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty
MensagemAssunto: Re: Descobri que eu não sou esquisita afinal    Descobri que eu não sou esquisita afinal  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Descobri que eu não sou esquisita afinal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Comunidade Assexual :: Comunidade Assexual :: Apresente-se-